Sua vida profissional passa por aqui
18
dez

GERDAU: OS JOVENS E A INOVAÇÃO

 

gerdau

Para a Gerdau, os programas de estágio e aprendizagem tem função estratégia para o futuro da empresa. Tivemos a oportunidade de conversar com Carla Daniel, gerente de pessoas da Gerdau, que compartilhou a experiência de ter os jovens no quadro de colaboradores.

Na visão da Gerdau, qual é a importância de abrir as portas para os jovens talentos pelos programas de estágio e aprendizagem?

A Gerdau vive uma transformação cultural e acredita que as novas gerações contribuirão com este novo mindset que a organização necessita para se reinventar. Estes jovens possuem perfis de diferentes backgrounds, aumentam nossa diversidade e geram ainda mais iniciativas de inovação para a empresa. Além disso, precisamos manter nosso pipeline da liderança através da formação e desenvolvimento dos nossos profissionais. Os estagiários e aprendizes são preparados ao longo do programa para assumir posições futuras na Gerdau ou no mercado de trabalho.

Que tipo de vivências/conhecimentos esses jovens adquirem na Gerdau e não poderiam ver em nenhum outro lugar?

A Gerdau proporciona uma vivência completa para estes jovens e utiliza a metodologia 70/20/10. Acreditamos que o maior aprendizado é a prática, ou seja, 70% da rotina é a execução das atividades, aprendem efetivamente fazendo. Os outros 20%, eles aprendem com os colegas, recebendo orientações de profissionais experientes que orientam e direcionam, pois cada estagiário possui um orientador que fica responsável por acompanhar e fornecer feedbacks constantes. E o restante dos 10% do tempo? Eles também acessam conteúdos teóricos, treinamentos formais que são importantes para dar base e ampliar o conhecimento destes jovens. Além das capacitações específicas, cada estagiário realiza um projeto desafio, que é acompanhado e apresentado num fórum para todo o comitê de liderança da Gerdau. 

A capacitação profissional tem valor decisivo para o futuro profissional, mas vocês também veem o lado social desses programas? A bolsa-auxílio (estagiários) e o salário (aprendizes) faz a diferença na vida dos jovens?

Sabemos que para muitos jovens é a primeira oportunidade profissional, além de desenvolvê-los e prepará-los profissionalmente, o estágio também é fonte de renda para a família, por isso buscamos oferecer uma bolsa auxílio atualizada com os valores de mercado, tornando-a atrativa. Grande parte dos estagiários/aprendizes utilizam a bolsa para pagar a faculdade e/ou outros cursos de qualificação profissional. A realidade é que os jovens valorizam muito esta experiência e dedicam-se muito em busca de uma vaga efetiva. Entre os anos de 2016 e 2017, conseguimos efetivar cerca de 50% dos aprendizes e 40% dos estagiários técnicos e universitários.  

Sobre o CIEE: como avaliam a parceria?

A parceria com o CIEE é de longa data e muito importante para a Gerdau. Acreditamos que a entidade realiza um trabalho diferenciado para a sociedade, pois contribui com a capacitação de milhares de jovens que participam diariamente de treinamentos e são encaminhados para oportunidades profissionais. No programa realizado com os aprendizes, além da formação profissional, o jovem recebe capacitações com conteúdos importantes para sua formação como cidadão ético e responsável por suas atitudes. Para a contratação de estagiários, o CIEE conta um excelente banco de candidatos e com profissionais preparados para auxiliar na seleção dos perfis adequados com cada oportunidade.

FONTE: Assessoria de Comunicação do CIEE – Dezembro/2017.